A arte do Grafite

A arte do grafite é uma forma de manifestação artística em espaços públicos. A definição mais popular diz que o grafite é um tipo de inscrição feita em paredes, dessa maneira temos relatos e vestígios do mesmo desde o Império Romano. Seu aparecimento na idade contemporânea se deu na década de 1970, em Nova Iorque, nos Estados Unidos. Alguns jovens começaram a deixar suas marcas nas paredes da cidade, algum tempo depois essas marcas evoluíram com técnicas e desenhos. O grafite está ligado diretamente a vários movimentos, em especial ao Hip Hop. Para esse movimento, o grafite é a forma de expressar toda a opressão que a humanidade vive, principalmente os menos favorecidos, ou seja, o grafite reflete a realidade das ruas. O grafite foi introduzido no Brasil no final da década de 1970, em São Paulo. Os brasileiros por sua vez não se contentaram com o grafite norte-americano, então começaram a incrementar a arte com um toque brasileiro, o estilo do grafite brasileiro é reconhecido entre os melhores de todo o mundo. Muitas polêmicas giram em torno desse movimento artístico, pois de um lado o grafite é desempenhado com qualidade artística, e do outro não passa de poluição visual e vandalismo. A pichação ou vandalismo é caracterizado pelo ato de escrever em muros, edifícios, monumentos e vias públicas. Os materiais utilizados pelos grafiteiros vão desde tradicionais latas de spray até o látex. Principais termos e gírias utilizadas nessa arte; • Grafiteiro/writter: o artista que pinta. • Bite: imitar o estilo de outro grafiteiro. • Crew: é um conjunto de grafiteiros que se reúnem para pintar juntos. • Tag: é assinatura de grafiteiro. • Toy: é o grafiteiro iniciante. • Spot: lugar onde é praticada a arte do grafitismo.

LIGHT GRAFITE

grafiteOs artistas de rua não param de inovar. Há alguns anos, o Graffiti Research Lab – grupo formado por grafiteiros que pesquisam novas tendências e formas de expressão – criou o light grafite. Mesmo não utilizando tintas, o light grafite não deixa de lado a contestação. A ideia surgiu dos conceitos de luz e fotografia sendo baseado na técnica para capturar as imagens. No light grafite, o artista utiliza projeções de luz e registra as imagens em fotografia, formando assim um grafite de luzes. No entanto, para se produzir da maneira correta o light grafite o custo é bem maior do que o do grafite tradicional, fator que dificulta a popularização da nova tendência. Para se fazer o light grafite é preciso ter um projetor, ou um jogo de luzes para desenhar no objeto ou muro. O produto final poderá ser em várias cores, de acordo com as cores das luzes usadas nos desenhos. Para captar a imagem, o artista também precisa de uma câmera com sistema de velocidade e programá-la para fotografar com um maior tempo de exposição (velocidade lenta). Desta forma, as luzes irão incidir na fotografia e resultar no efeito desejado. O tempo ideal de exposição é de 10 a 30 segundos. Para tanto, é necessário utilizar um tripé, ou fixar a câmera em um local, evitando que a imagem fique tremida. Em outros casos, o artista pode criar pequenos filmes com o light grafite – sempre utilizando as técnicas de exposição das luzes. Com tantos recursos tecnológicos (luzes e câmeras adequadas), o light grafite é ainda pouco utilizado no Brasil. Em agosto, foram apresentadas algumas técnicas no Sesi e na Avenida Paulista, no Festival Internacional de Linguagem Eletrônica. Convidados pela ONG Oficina de Imagens, os integrantes do Graffiti Research Lab também ensinaram a técnica e desenharam com laser em Diamantina, Minas Gerais. Na ausência de um prédio ou paredão, eles projetaram em uma pequena casa. Logo, as crianças se interessaram e formaram grandes filas para desenhar com a caneta laser verde. Outra forma de se fazer o light grafite é utilizando leds (pequenos pontos de luzes). No caso, são fixados os pontos de leds na forma de um desenho e quando acesos criam o efeito desejado. Com os leds, o custo é menor. O resultado final, porém, é bem diferente do light grafite projetado. Recentemente, os filmes de light grafite ganharam ainda mais força após a utilização da técnica em uma campanha publicitária de uma companhia telefônica norte-americana.

Para conhecer um pouco mais sobre light grafite: Graffite Research Lab F.A.T.

grafite41grafite61grafite3

About these ads

~ por flavialibonatti em 15/04/2009.

20 Respostas to “A arte do Grafite”

  1. Caramba, irado esse lance do light grafite, não conhecia! Legal mesmo!
    E grafite não é vandalismo, é arte !
    Mas mudar a mentalidade do povo quanto à isso é realmente muito difícil

    • Concordoo com Vc (RODRIGO) Graffite Não é Vandalismo,é Arte!
      Gostoo Muito d graffite ..

  2. sou estudante.. vou fazer um trabalho sobre grafite…
    {adoro o grafite} e suas formas ..
    trabalho dividido emm duas partes..A=Defender a tese que o grafite é arte. B= defender tese que o grafite nao é arte…
    [ cai no grupo B] ¬¬…
    queria que voces me ajudacem afalar porque nao é arte.. alguma ajuda necessaria.. algo do tipo.. para eu ter uma base

  3. Ola,
    Aque quem fala é o Grupo CLICK’S da Facudade UNICID.
    Estamos realizando um projeto com o seu grupo… precisamos de sua ajuda.
    Gostariamos de saber a onde vcs se localizção, se temos como fazer uma visa e saber mais sobre o GRUPO CREW.
    Ficomos agradecidos,

    Abços!

  4. Cara amo grafite muuuuito loko…
    Meu uma coisa q eu naum intendo e esse lance do light grafite….
    Das hora ais comu é se faz?

  5. esses grafites são bastante interesantes

  6. Massa =D

  7. Se tiver como me dar uma força, brother… To fazendo um trabalho sobre os diferentes estilos de grafite (free style, light grafite, throw up, wild style, enfim…) se puder me passar uns sites eu iria agradecer. Valeu!

  8. Muito phoda isso aew!

  9. olá flavia. estou preparando uma matéria sobre artistas cujos trabalhos não são feitos para a web, como grafiteiros, por exemplo. a matéria é para a locaweb em revista. você poderia me indicar alguns deles (nome, contato)? cheguei a este blog através da indicação de um amigo. agradeço a ajuda…

  10. Wrap man…aki u hustler stunner de mozambique do grupo de rap”BLOCO ONE”…um halla pra vcex..b1

  11. Salve ,desenho também todos os estilos .Desde grsfite ao realista.
    Queria coseguir algo para mim com os desenhos ,até um trabalho se for possível …Agradeço a atemção .

  12. oiiiiiii eu tanbem grafito

  13. queria sabe qual é o lance dessas luzes de neon ,.
    mi diz ai mano ?

  14. vc’s estão fazendo um otimo trabalho grafite e arte.esse e o meu lema

  15. Show de bola esse lance, é um efeito com camera profissional e luzes né?

    parabéns,, ficou foda!

  16. Cara usei um dos seus grafites no meu blog, espero que vc não se incomode.

  17. muito showwwww

  18. Cara isso è muito loco

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: